Horta em casa: diversão e vida saudável!

Dá para fazer em qualquer cantinho, em casa ou apartamento! Confira nossas dicas e aventure-se, as crianças vão adorar!

hora-em-casa

Por uma vida mais saudável e colorida: dá para cultivar muitos temperos, como salsinha, hortelã, alecrim, cebolinha, manjericão e cheiro verde…

Onde plantar: sua horta pode ser feita em vasos, latas ou numa floreira. Uma dica legal é aproveitar os rolinhos de papel higiênico para fazer as mudas, basta cortar uma das pontas (fazendo dois cortes) e aí uni-los. Mais informações neste vídeo.

Como plantar:

  1. Escolha o seu recipiente e lembre-se de que ele tem que ter um furo no fundo.
  2. Adicione argila (aquela em bolinhas) e cubra uma camada.
  3. Coloque areia pra cobrir essas bolinhas, uma camada nem fina nem grossa.
  4. Pegue a muda do tempero escolhido e cuidado para não quebrar a raiz. Na floreira de 15 centímetros cabem seis mudas (dois de cada tipo).
  5. Coloque  as mudas (uma a uma) na floreira, no vaso ou na lata.
  6. Depois, cubra as mudas com terra. É legal usar terra adubada.

Dicas para a sua horta dar certo

Que lindo este vaso cheio de temperos!
Que lindo este vaso cheio de temperos!

Localização e iluminação: hortas precisam de sol diário, no mínimo quatro horas. O ideal é a horta estar posicionada na face norte de sua casa, pois é onde bate o sol por mais tempo durante o dia. Outra dica é deixá-la a uma altura de 30 centímetros do chão.

Irrigação: regar todos os dias pela manhã, de preferência, e sempre que a terra estiver seca. Nos dias mais quentes do ano, vale regá-la também no final do dia. Algumas plantas precisam de menos água e outras mais, aos poucos você vai aprender a necessidade de sua horta.

Drenagem: a sugestão é usar a argila expandida pra drenar a horta.

Adubagem: use adubo natural (Bokashi ou Miki) – um pozinho que deve ser aplicado em pouca quantidade uma vez ao mês. É como colocar uma pitada de sal com os dedos.

Poda: use sempre uma tesourinha ou uma ferramenta de poda para colher da sua horta. Procure identificar qual o caule principal de cada muda e nunca corte diretamente ele, somente os galhos adjacentes inteiros, o mais rente possível do galho, para que ele possa crescer novamente com força e saúde.

Prevenção de bichos e pragas: receitas caseiras de pimentas ajudam a manter os bichos afastados, assim como óleo de Neen, citronela e fumo de corda.

Saiba mais sobre cada tempero!

Não precisa de muito espaço nem habilidade!
Não precisa de muito espaço nem habilidade!

– Manjericão: Irrigue com frequência para que o solo seja mantido levemente úmido. Tanto a falta quanto o excesso de água prejudicam o manjericão. O manjericão pode ser cultivado facilmente em jardineiras e vasos de tamanho médio ou grande, embora geralmente cresça menos. No solo e em boas condições de cultivo, alguns cultivares de manjericão podem ultrapassar a 1 metro de altura. Assim, para plantio em vasos e jardineiras, dê preferência a cultivares de menor porte, ainda que seja possível plantar qualquer um dos cultivares disponíveis. Se você arrancá-lo com as mãos, é provável que a plantinha morra, a dica é cortar com uma tesourinha, no caule mãe (ou caule central).

– Salsinha: Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido, sem que fique encharcado. A salsa pode ser cultivada em vasos e jardineiras, porém muitas pessoas plantam em vasos que são muito pequenos, o que limita muito o crescimento da planta, que pode atingir até 80 cm de altura na floração e cuja raiz pode ultrapassar a 50 cm de profundidade. Portanto os vasos e jardineiras utilizados devem ser profundos, com pelo menos 30 cm de profundidade para que a salsa possa se desenvolver bem.

– Hortelã: A hortelã ou menta pode ser cultivada em lugares ensolarados ou em sombra parcial. Em sombra parcial é mais fácil manter o solo úmido e o ambiente fresco, principalmente quando sua região tem um clima mais quente. Cultive a hortelã de preferência em solo fértil e rico em matéria orgânica. Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido. O ideal é que o solo nunca seque durante o ciclo de crescimento das plantas.

– Cebolinha: Cultive de preferência em solo bem drenado, fértil e rico em matéria orgânica. A cebolinha verde é uma planta bastante rústica e crescerá bem em quase qualquer solo. Irrigue com frequência para que o solo seja mantido úmido, mas sem que fique encharcado. A planta adulta é relativamente resistente a curtos períodos de seca. A cebolinha verde, tal como a cebolinha francesa, pode ser facilmente cultivada em vasos e jardineiras.

Chame as crianças e assistam o vídeo a seguir, que vai deixá-las muito animadas para fazer sua própria horta!

Fontes:
Hortas.Info
VejaSP
Ateliê das Hortas

Anúncios

4 comentários sobre “Horta em casa: diversão e vida saudável!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s